A Arte e o idoso

Sabe-se que para envelhecer bem, com saúde, autonomia e independência cabe ao indivíduo se responsabilizar pelos seus prazeres, procurar fazer de seus dias únicos, com atividades estimulantes e diferentes que gerem momentos ímpares.

Neste sentindo, as atividades artísticas são importantes  ferramentas, principalmente para os idosos, seja ela as artes plásticas, os trabalhos manuais, a música ou as artes cênicas – nela ele tem a possibilidade de se expressar, além disso, de desenvolver e estimular a imaginação, ser criativo, trabalhar a motricidade fina, alimentar o espirito critico, comunicar-se, ser mais ponderado e cooperativo, ter prazer em partilhar e trabalhar em equipe, além disso, fortalece a confiança e a sensibilidade, aguça a iniciativa, proporciona relacionamentos interpessoais e expressões e ainda ela ajuda no autocontrole, na auto regulação, na capacidade lúdica, potencializa  a sociabilização, torna o indivíduo mais comunicativo e autônomo, fortalece os vínculos e eleva a autoestima.

Vale salientar que artista não é só aquele formado pelas faculdades ou os que são capazes de criar de forma magnifica e perfeita, nem sempre a arte tem o objetivo profissional, aliás em geral a arte tem como primordial o desejo de despertar o ser para novas experiencias e saberes.

Portanto, é através da arte que o indivíduo pode se expressar sem censura, dar significado a sua existência e criar relacionamentos geradores de novas ideias e aprendizados. Ela tem o poder de transformar e fortalecer o ser, levando ao conhecimento mais profundo de si mesmo e a manifestação de potenciais antes não conhecidos. Pode ainda encher sua vida com alegria e entretenimento transformando tristezas, dores e magoas em cor e movimento.

Neste sentido, agindo como terapia, a arte pode proporcionar para o indivíduo a reconciliação e gerenciamento dos conflitos emocionais, contribuindo com a autopercepção e desenvolvimento. Além do mais, é vista como uma técnica de reconstrução da vida, seja ela pintada, esculpida, desenhada, moldada ou qualquer outra.

A intervenção social através da arte surge como uma necessidade social, como modo de combater ou minimizar os diversos problemas sociais, criando novas formas de intervenção, para promover a inclusão social, fomentando a cidadania. Desta forma, a noção de inovação social está intrinsecamente associada ao conceito de intervenção social, justamente pela necessidade de se criarem respostas inovadoras

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *