O Splendore se preocupa com a saúde mental do idoso

Você já ouviu um idoso dizer que não se lembra de coisas recentes?
Os estudos revelam que a memória e o aprendizado, que são principais funções do sistema nervoso central, são também os maiores impeditivos de uma vida social participativa, pois compromete o indivíduo como um todo, ou seja, o processo de envelhecimento que é vivido, quase que sem perspectivas, faz o idoso acreditar que a aposentadoria é um processo passivo, inativo e cada vez menos reflexivo, fatores causadores de prejuízos físico e mental, assim como declínio cognitivo e risco aumentado para demência.
Diferente do que a maioria das pessoas pensam, a idade cronológica do indivíduo não tem a ver com o estar saudável ou não , no caso da memória do idoso, quando o ouvimos dizer que não se lembra de fatos recentes, o que ele está dizendo é que sua vida não tem emoções suficientes para que ele assimile os acontecimentos, sabemos disso porque os estudos apontam que memorizamos o que nos causa mudanças fisiológicas e mentais ou seja, o que o que nos faz sentirmos vivos.
Além da vida pacata, entre outras causas da amnesia podemos destacar: estresses; depressão – que é a mais frequente; demência mais grave como Alzheimer e doença de Parkinson em estágios mais avançados, podendo ser agravada pela dependência crônica e grave de álcool, cocaína e outra drogas, lesões vasculares, traumatismo craniano repetido e a exposição a metais pesados por longo período.
Um dado interessante é que estimular a memoria do idoso aumenta sua capacidade de equilíbrio diminuí as possibilidades de cair, segundo estudos realizados, nesse sentido trabalhar as funções executivas resolução de problemas e atenção tornou-se um grande aliado a saúde física do idoso
Neste sentido buscar atividades, não só de estímulos cognitivos como fazer palavras cruzadas, mas sim momentos prazerosos, é de fundamental importância para desenvolvimento do idoso, aulas de línguas, discussões de leituras e filmes, idas a teatro, shopping e supermercados, ou seja, tirar os “empijamados” de casa e devolve-los ao mundo faz toda a diferença .
Por tudo isso, aqui no Splendore, fazemos questão que todos os nossos clientes, sejam moradores ou usuários do modelo dia, tenham sessões com a psicóloga e com a terapeuta ocupacional, além de serem incentivados a participar das aulas de teatro, leitura e da musicoterapia.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *